Destaques do Dia – 06 Fev 24

Principais destaques do dia nas maiores economias mundiais e bancos centrais. Os temas que movem o mercado acionista, dívida, cambial, mercadorias e cripto.   

Macroeconomia e Bancos Centrais 

Ásia e Médio Oriente 

  • RBA, banco central da Austrália, anunciou esta noite, na sua política monetária, que a taxa de juro está adequada para os níveis de inflação e que nova subida não pode ser excluída se a inflação voltar a subir. 

Europa e Rússia 

  • Membro do banco central europeu veio hoje dizer que a política monetária está adequada para esta fase da inflação e que o banco central não está a correr para cortar a taxa de juro. 
  • Ordens industriais na Alemanha subiram inesperadamente, mas esta subida deve-se a um volume acima do normal para aviação. 

América do Norte 

  • rédito no setor automóvel nos EUA pode estar a encontrar problemas, podendo afetar a vendas de novos carros, já que o crédito é muito usado na aquisição. 

Mercado de Dívida 

Europa e Rússia 

  • Yields da dívida soberana recuam parte da recente subida, com os investidores constantemente a andar entre as expectativas de cortes vs as comunicações dos opostas dos bancos centrais. 

América do Norte 

  • Yields da dívida soberana dos EUA cedem terreno com os investidores a mudar com frequência o sentimento em torno dos cortes da taxa de juro. Apesar dos constantes sinais de que não vão acontecer quando o mercado prevê, mal algum dado dê o mínimo de sinal, o mercado volta a apostar nos cortes. 

Mercado Acionista 

Ásia e Médio Oriente 

  • Mercado acionista na China restringe a venda de ações na China por parte de hedge funds, de forma a estabilizar o mercado que já cai à mais de um ano. Esta medida junta-se a outras para reduzir a pressão vendedora. 
  • Destaque para a valorização do mercado acionista da China devido às medidas para reduzir o efeito da pressão vendedora. 

Europa e Rússia 

  • Novartis entrou em acordo para a compra da bio farmacêutica Morphosys. 
  • Mercado acionista europeu impulsionado pelo otimismo vindo da China e apresentação de resultados como da BP que superaram as expectativas. 

América do Norte 

  • Apple Vision Pro, apesar de ser um equipamento inovativo deve ter pouco impacto nas vendas devido ao seu elevado preço. 
  • Eli lilly viu as suas vendas a crescer no último trimestre de 2023 devido a uma subida dos preços, mas também a um volume maior de vendas dos seus produtos para perda de peso. 
  • Mercado acionista nos EUA continua a valorizar, recuperando parte das perdas de ontem, com os investidores a refletir uma enorme expectativa para este ano de resultados e cortes, elevando os PE das empresas para valores cada vez mais elevados. 

Mercado Cambial 

Major Currencies 

  • Destaque para o dólar que depois da forte apreciação nos últimos dias, acabou por corrigir um pouco, em dia com ausência de dados económicos relevantes. No entanto apresenta ainda uma tendência para mais valorizações à data de hoje. 

Minor Currencies 

  • Yuan ganha terreno em dia de fraqueza para o dólar e após as medidas que estão a ser tomadas pelos reguladores e governo chines para estancar os problemas económicos/financeiros do país. 

Mercado Mercadorias 

Energia 

  • Secretário geral da OPEC diz que 60% da energia mundial e proveniente de gás e petróleo, que existe um consenso de que as necessidades energéticas vão continuar a aumentar em 23% até 2045. 
  • Brent recupera terreno devido ao alívio da força do dólar, dado que os contratos são denominados em USD. 

Mercado Cripto 

Bitcoin 

  • Bitcoin mantém a negociar dentro de range reduzido com o mercado cauteloso quanto à direção do mercado. Também tem sido notório o abrandamento de volume negociado. 

Altcoins 

  • Altcoins a negociar em terreno misto sem falta de uma tendência maior, isto deve-se ao fator sentimento Bitcoin que se encontra em terreno neutro. 
  • Monero, criptomoeda de privacidade afunda 30% depois da Binance anuncia a que ia remover devido a pressões regulatórias numa fase que este tipo de cripto com objetivo de mantém os movimentos privados a ser cada vez mais indesejada pelos reguladores.  

Visite o Disclaimer para mais informações.