Destaques do Dia – 16 Nov 22

Inflação no Reino Unido volta a subir para 11,1%, aumentando a probabilidade de subidas maiores da taxa de juro para conter a inflação. A libra ganhou terreno com este valores, com a expectativa de mais subidas.

Canadá, país que sentiu a redução da inflação com a subida da taxa de juro, vê hoje a inflação a não sofrer nenhuma redução. A persistir esta situação ou agravar, vai levar o Banco Central do Canada a aumentar ainda mais as taxas de juro.

Nos EUA os retail sales mostram sinais de resiliência, podendo indiciar que a FED tem margem para continuar a subir a taxa de juro. Com as vendas a retalho a subir pode também gerar mais inflação, o que neste momento não é do interesse da FED. Porque se dá tanto valor aos dados no EUA? Bem, eles tem impacto no dólar e o dólar é moeda de referencia a nível internacional na maior parte dos contratos, afetando assim todos os mercados.

No mercado cripto, hoje foi mais um dia vermelho, com mais falências à vista, sendo a BlockFi, Genesis e Gemini anunciaram restrições de levantamentos. Podemos estar ainda a meio desta fase de falências, com suspeitas que mais intervenientes do mercado cripto estão a beira da falência também. Na nossa opinião é necessária prudência adicional, principalmente quem detém criptos de as guardar fora de Exchange.

Um membro da FED veio também dizer que está aberto a uma subida de 0,5% em dezembro. Achamos esta subida altamente provável.

Destaque para a queda da receita da Nvida em 17%, muito devido a quebra de venda de placas, muitas delas que iam para o processo de mineração de criptomoedas.

Banco Central Europeu vai fazer tudo que é necessário para reduzir a inflação até aos 2%, segundo o vice presidente.

Visite o Disclaimer para mais informações.