Destaques do dia – 17 Out 22

Dia com pouco dados macro, com destaque para o empire manufacturing nos EUA ter saído negativo. Outro dado é a inflação na Nova Zelândia a sair as 22:45 de hoje, onde se espera um abrandamento da inflação para 1,5% em contraste com outras economias como da Europa e EUA.

No Canada várias empresas esperam que as vendas diminuam devido a subida das taxas de juro, com a maioria a pensar numa recessão nos próximos 12 meses.

O Ouro esteve a valorizar, mas o impacto das subidas das taxas de juro vai continuar a pesar no preço do ouro nos próximos tempos.

Reino Unido recua em quase todas as medidas de cortes de impostos, aliviando assim a pressão no sistema financeiro do país. Contudo devido aos avanços e recuos do orçamento, está a gerar pressão sobre o futuro da primeira ministra britânica.

O mercados acionistas nos EUA com dia bastante positivo após bons resultados. Contudo na nossa opinião estes resultados ainda não estão a refletir as subidas das taxas de juro.

Setor bancário apesar de bons resultados já está a alocar capital para potenciais efeitos adversos das subidas das taxas de juro e do potencial abrandamento económico. É de salientar que o Bank of América reportou uma diminuição nos empréstimos, sendo o primeiro trimestre desde a pandemia a cair cerca de 3%. Na nossa opinião isto reflete o ambiente de subida das taxas de juro e o receio quanto ao abrandamento económico que se aproxima.

No geral foi um dia positivo para os mercados de risco, incluindo as criptomoedas. Na nossa opinião e como de muitos analistas, estas subidas não vistas como uma inversão do mercado, mas correções típicas de um bear market.

Visite o Disclaimer para mais informações.