Destaques do Dia – 25 Out 22

Arabia Saudita avisou de forma indireta os EUA de estar a usar as reservas estratégicas para baixar o preço do petróleo, contudo com pouco impacto no preço.

Setor das casas no EUA mostra sinais de abrandamento, pois é um setor muito sensível a taxas de juro, sinais estes que estão a ser interpretados pelo mercado como sinais positivos para a FED reduzir o ritmo de subida das taxas de juro.

Estima-se que a próxima subida da taxa de juro é de 0,75% para os 4% e que a FED abrande o ritmo nas próximas, vindo mesmo a cortar no próximo ano, na nossa opinião será algo na segunda metade do ano.

Mercados em território positivo e dólar em perdas consideráveis com um volume de vendas acima do normal. Este sentimento positivo está a ser impulsionado pela época de resultados assim como a especulação de que a FED vai reduzir o ritmo de subida das taxas de juro, indicando mesmo isso já na próxima reunião.

Na Europa assistimos a algo invulgar, a capacidade de processamento do LNG no máximo e com isso vários barcos a ficar em espera nos portos europeus com LNG para descarregar. Isto tem ajudado a descer o preço, mas que de qualquer forma, mesmo com esta situação o preço encontrar-se a valores muito mais altos do que era antes da guerra, aumentando o custo energético europeu.

Visite o Disclaimer para mais informações.