O Timing Certo

“Qual o timing certo?” Esta é uma questão que muitos traders e investidores se colocam no momento de investir ou efectuar uma operação de curto prazo.

Neste artigo vamos fazer uma pequena abordagem ao exemplo do EURUSD para uma horizonte temporal de um dia, para aplicação de estratégias intraday, ou mesmo em estratégias com duração superior a um dia, onde é preciso entrar com a maior precisão possível. Para tal vamos analisar a seguinte imagem com dados fornecidos pela AutoChartist sobre os movimentos do EURUSD.

Autochartist eurusd14012016

Como podemos ver no gráfico acima o EURUSD normalmente apresenta um padrão de volatilidade.

Em que nos pode ser útil esta informação? Esta informação ajuda-nos a realizar operações nas horas mais adequadas, horas em que a volatilidade aumenta, permitindo que os movimentos sejam mais significativos e com maior relevância.

Se repararmos a volatilidade começa a aumentar a partir das 7 horas da manha, quando a sessão europeia está a iniciar. Se a nossa estratégia der um sinal de compra ou venda tem mais probabilidade de existir um movimento nesse sentido, evitando andar em range que pode levar activação do nosso stop. Após esses movimentos normalmente temos consolidação ou mesmo correcção nas horas de menos volatilidade para de novo se iniciar um potencial segundo movimento naquele horizonte temporal das 13 horas como podemos ver no gráfico.

O timing é uma das variáveis mais importante e das que ajuda a ser mais precisos nas entradas evitando estar tempo para além do necessário expostos. Também claro que em dias com dados importantes este padrão sofre alteração devido a volatilidade gerada pelo mesmo.

Sempre que pensarem em realizar uma operação de curto prazo não se esqueçam que o timing faz a diferença entre uma operação com sucesso ou uma perdedora.