Resumo da semana 21-25 Dezembro 2020

EUA

Os índices dos mercados accionistas mostraram uma semana algo nula, a apresentar apenas uma pequena subida. Apesar do início da semana algo receoso devido à nova estirpe ainda mais contagiosa descoberta no Reino Unido, os investidores encontraram tranquilidade no facto dos EUA terem feito outro contracto com a Pfizer-BioNTech para mais 100 milhões de doses da vacina.

No governo Americano continua a prevalecer o desentendimento entre Republicanos e Democratas, onde o maior ponto de contenção é a exigência de aumento do apoio que este futuro estímulo irá dar directamente ás pessoas. Tanto os Democratas como, incrivelmente, o Presidente Trump gostariam de ver um aumento do cheque directo de 600$ para 2000$. Infelizmente, como mencionamos num artigo anterior, provavelmente só será aprovado depois do Natal.

Europa

Pelos lados europeus, os índices revelaram-se ligeiramente melhores do que nos EUA, provavelmente graças à esperança de a Europa e Reino Unido finalmente chegarem a um acordo nos termos do Brexit.

Infelizmente, foi descoberta uma nova estirpe do COVID-19 no Reino Unido, mais contagiosa, o que levou à imposição de medidas mais severas no Reino Unido. Devido a esta descoberta, muitos países europeus decidiram fechar fronteiras aéreas com o Reino Unido para tentar conter de alguma forma esta nova estirpe.

Ásia

O Japão viu a sua moeda apreciar face ao dólar americano, o que levou o Primeiro Ministro japonês, Yoshihide Suga comentar o facto de não querer que o iene japonês aprecie muito mais face ao dólar, o que implica uma possível intervenção do Ministro das Finanças, caso esta tendência continue. No lado bom, em Fevereiro irão começar o plano de vacinações na esperança de voltar a uma certa normalidade.

No entanto, a China continua a ver quedas no seu mercado bolsista, pela continua tensão entre o governo Americano e a China depois dos EUA ter publicado uma lista de 58 empresas Chinesas e 45 Russas com ligações ás forças militares do respectivo país.

Visite o Disclaimer para mais informações.