Resumo da semana 25-29 Julho 2022

EUA

Inesperadamente, a tendência positiva voltou aos mercados accionistas, com os principais índices a apresentarem uma boa recuperação esta semana. Estranhamente, os dados do PIB, negativos face à expectactiva, foram ignorados pela maior parte dos investidores que mantêm uma postura positiva.

Uma das razões para este sentimento positivo foram os bons dados de resultados de algumas empresas. Muitas gigantes tecnologicas que têm um forte peso nos indices apresentaram bons resultados, em alguns casos, ainda melhor do que esperado.

Houve também a reunião da FOMC onde foi anunciado uma subida da taxa de juro de referência de 0.75%, algo ja descontado pelo mercado. Aliado ao facto de a economia ter apresentado alguns bons dados, investidores começam a ficar mais optimistas e esperam que a FOMC abrande a sua política monetária mais agressiva.

Europa

A Europa encontra-se numa situação muito similar, onde as más noticias aparentar estar a ser ignoradas. Noticias como o facto da inflação de Julho ter atingido um novo máximo, de 8.9%, uma subida de 0.3% comparando com o mês anterior.

Continua também a receber cada vez menos gás vindo da Rússia. Esta semana cortou para 20% da capacidade da Nord Steam, alegando necessidades de manutenção.

Ásia

No Japão, os mercados acabaram ligeiramente negativos, devido a uma mistura de noticias. Algumas positivas que aumentaram o apetite ao risco. Mas o risco de uma possivel recessão nos EUA, e o continuo problema que enfrentam com o COVID-19 reduziu o apetite ao risco nos mercados do Japão.

A disputa de regulamentos entre a China e os EUA continua a ser relevante. Existe a possibilidade do gigante chinês Alibaba ser expulso dos mercados accionistas Americanos devido a uma limitação de acesso à informação por parte da China.

Visite o Disclaimer para mais informações.