Resumo da semana 3-7 Set 2022

EUA

Uma semana que começou bastante positiva mas acabou por ceder uma boa parte dos ganhos. Isto outra vez, deve-se ao facto de alguns bons dados serem vistos como negativos para o futuro próximo da economia.

Neste quadro económico, dados de desemprego que noutro enquadramento seriam visto como algo positivo, são agora visto como negativo. Isso mesmo aconteceu, com dados de desemprego a surpreenderem e se revelarem melhor do que esperado. O facto da Reserva Federal ver uma resiliência económica é um sinal que a economia é capaz de aguentar mais subidas da sua taxa de juro de referência.

Para piorar a situação, a OPEP+ decidiu reduzir a sua produção de petróleo em 2 milhões de barris por dia. Isto significa que irá haver menos oferta, por consequência aumento o preço do petróleo. Estas subidas de preço irão sem duvida ter impacto na inflação, a maior preocupação dos bancos centrais mundiais.

Europa

O mercado bolsista europeu viu também alguns ganhos. Possivelmente na esperança, pouco racional, de que o BCE abrande a sua política monetária.

Infelizmente para os doves, as minutas do BCE revelaram que os seus membros estão cada vez mais preocupados com a inflação, abrindo portas para outro grande aumento da taxa de juro de referência. Sabendo isto, torna-se fortemente provável que se veja uma subida de pelo menos 0.50% com uma possibilidade de 0.75% na próxima reunião.

Ásia

A inflação no Japão subiu bastante, o que pode ser razão para alguma preocupação. Por outro lado, dados mostram que o consumo reduziu, podendo levar a um contração futura da inflação. O Japão anunciou que as suas reservas de dólar americano foram reduzidas parcialmente devido à necessidade de controlar a desvalorização do qual o yen estava a ser alvo.

O mercado bolsista esteve fechado na passada semana devido a feriado nacional. O Governo da China continua a ser dos mais focados em combater o COVID-19. Este foco levou a alguma fuga de capital por falta de confiança gerada pelos constantes confinamentos.

Visite o Disclaimer para mais informações.