Resumo mês de Junho 2020

Com um inicio do mês de Junho positivo, principalmente no mercado accionista, que tem vindo ser impulsionado graças à injecção de capital nos mercados. Em grande parte, graças ao Banco Federal Americano, que tem artificialmente mantido o mercado saudável durante estes últimos meses. Mas em parte também por valores menos maus, ou seja, valores de desemprego altos, mas não tão altos como previsto, dados de produção não tão baixos como previsto. Isto leva de uma certa forma os investidores a acreditar no progresso económico.

Esse sentimento tem vindo a deteriorar-se nesta última semana de Junho. A incerteza percepcionada e o risco geopolítico levou a uma fuga de capital de instrumentos financeiros mais arriscados, para outros activos mais seguros.

A contribuição geopolítica para isso acontecer, assenta em certas decisões tomadas pela administração Trump. Como o facto de ter ameaçado a Europa com novas tarifas, incluindo o Reino Unido. O anúncio do fim do acordo comercial com a China, e de seguida, nesse mesmo dia do anúncio, reverterem essa declaração.

Diria que a maior razão que contribuiu para o agravamento do sentimento de confiança dos investidores neste mês de Junho foi ao enorme aumento dos casos de Covid-19. Principalmente nos EUA, onde os casos diários rondavam entre os 20 a 30 mil, nesta última semana observou-se um aumento para perto dos 40 mil infectados diários. Similarmente a má gestão por parte dos EUA contribuiu para esta situação, com decisões como cortar os fundos para localizações de teste de Covid-19 por alegarem que apenas contribui para a propagação do vírus.

Como se pode imaginar, este aumento aconteceu no Brasil, India, Rússia e um reaparecimento de casos na China. Ao longo da Europa também se tem registado um aumento de casos devido á abertura da economia e um relaxamento de medidas.

Resta saber de que forma os governos irão reagir de forma abrandar este contágio de maneira a causar o menor dano para economia. Por outro lado, como irão os investidores reagir a essas medidas.

Visite o Disclaimer para mais informações.