Criptomoedas – O que são smartcontracts

Contratos são documentos que formalizam legalmente uma troca de serviços ou valores. Temos exemplos diários como a prestação de serviços no fornecimento de água, em troca de um valor cobrado periodicamente, a conta da água, ou até mesmo os contratos para termos de uso, sim aqueles que todos aceitamos sem ler os termos na sua totalidade.

Sempre que se faz uma transação existe a necessidade de formalizar este compromisso entre as duas partes. As criptomoesdas não fogem à regra, sendo orientadas por contratos inteligentes, ou smart contracts.

O que são smart contracts

Estes “contratos inteligentes” são pequenos programas que são executados automaticamente quando são cumpridos os termos de um acordo pelas duas partes. Desta forma se garante que sempre que existe algum tipo de transação de criptomoedas ou serviços na blockchain onde ambas as partes respeitam as condições.

Em termos práticos podemos recorrer ao exemplo dos serviços DeFi, finanças descentralizadas. O objetivo é obter Bitcoin em troca de Ethereum:

  1. Definimos o valor disponível para trocar;
  2. São gerados os termos do smart contract onde é detalhado o valor por conversão em valor Bitcoin;
  3. Aceites esses termos, o smart contract será executado automaticamente, faz-se a troca e não há qualquer tipo de intervenção humana na mediação;

Obviamente esta é uma forma muito simplificada a título de exemplo. Este tipo de tecnologia permite uma multitude aplicações financeiras como empréstimos ou seguros.

Vantagens

Devido à menor necessidade de intermediários os smart contracts são mais baratos que os típicos contratos. Graças a essa independência de intermediários este tipo de contratos é também muito mais eficiente em termos de custos, já que é executado automaticamente caso sejam cumpridos os termos definidos sem interferência humana.

Menos custos e mais velocidade graças à falta de necessidade de intermediários e ter uma execução automática tornam-se muito mais rápidos e eficientes que os típicos contratos.

A total transparência é alcançada através de termos e condições claramente identificados no contrato e é irreversível, o que retira a possibilidade de manipulação de ambas as partes.

Desvantagens

A pouca maturidade destes processos tem como consequência a falta de previsão legislativa e regulamentação para estes tipos de contratos

Crescimento significativo do mercado das criptomoedas não garante que todas as blockchains tenham capacidade para acompanhar a quantidade de transações. Assim resultam, longos períodos de espera e aumento dos custos envolvidos.

Por último, também de considerar que toda a programação dos contratos, manutenção das máquinas e sistemas de transações são programadas por seres humanos e, como tal, sempre expostas a falhas e fenómenos de corrupção.

Conclusão

Como todas as tecnologias, a tendência é para evoluir. Disto depende a difusão, o maior uso, mais utilizadores envolvidos, e o aumento de conhecimento e experiência no desenvolvimento deste tipo de produtos.

Os automatismos, os ganhos de velocidade e a menor intervenção humana são o forte argumento para a tendência sempre crescente destes serviços de transações, e o contributo de outros tipos de plataformas e serviços, cada vez mais digitais, alimenta de forma evidente um caminho de legitimação e normalização deste tipo de contratos.

Visite o Disclaimer para mais informações.